Uece lança parte do acervo Djacir Menezes na plataforma Google Arts and Culture

6 de junho de 2024 - 16:03

Ocorreu na tarde desta quarta-feira, 5 de junho, na Biblioteca Central Professor Antônio Martins Filho, localizada na Uece campus Itaperi, o lançamento do acervo digitalizado do intelectual cearense Djacir Menezes através da . A Biblioteca Central, localizada no campus Itaperi, possui este valioso patrimônio cearense: o acervo do bibliófilo Djacir Lima Menezes, intelectual, professor, sociólogo, jurista, economista e filósofo, nascido em Maranguape, 𲹰á. O acervo da Uece é composto por 16 mil livros, que pertenciam à Djacir, de áreas como Direito, Filosofia, Sociologia, Economia, História Geral, História do Brasil, Literatura Brasileira, Literatura Estrangeira, além de documentos diversos como manuscritos, correspondências, fotografias e medalhas. Dos 16 mil volumes, 3.200 são obras raras e valiosas, entre as quais a Uece selecionou duas coleções de 100 obras nacionais e 100 obras estrangeiras para compartilhar virtualmente com o mundo, por meio da tecnologia street view, n.

Estiveram presentes e compondo a mesa solene o vice-reitor da Uece, professor Dárcio Teixeira; o chefe de gabinete da reitoria, professor Altemar Muniz; a diretora da Biblioteca Central da Uece, servidora Ana Neri Barreto de Amorim; a presidente da Associação dos Bibliotecários do 𲹰á (ABC), senhora Lúcia Maria Oliveira da Silva; representando o bibliófilo e acadêmico da Academia Cearense de Letras, Lúcio Alcântara, a senhora Luiza Alcântara; representando a família do bibliófilo e pensador Djacir Menezes, professor Paulo Elpídio Menezes e o senhor Grauben Patrício Menezes; e o coordenador e curador do projeto Google Arts & Culture, servidor Rodrigo Alves Ribeiro Braun, o qual fez a apresentação da plataforma aos participantes.

Para a diretora da biblioteca, servidora Ana Neri, “este lançamento é um evento bastante significativo para a Universidade Estadual do 𲹰á, pois viabiliza o acesso a diversos conteúdos artísticos, os quais irão certamente contribuir para a formação do corpo discente da universidade”, comenta.

O vice-reitor da Uece, professor Dárcio Teixeira, destaca a importância de projetos como este que promovem a divulgação de livros físicos, incentivando a curiosidade e o interesse pela leitura. O projeto lançado valoriza o papel da comunicação visual, com fotos atraentes, para chamar a atenção do público a visitar a biblioteca e manusear os livros físicos, em contraste com a digitalização crescente do mundo editorial: “Acho que é uma boa conjugação para que a gente tenha uma ampliação no acesso, virtualizar para atrair para a consulta presencial em nossa biblioteca”, finaliza parabenizando os organizadores.

Seguindo com a cerimônia, o sobrinho do enciclopedista e também professor, Paulo Elpídio Menezes fala da convivência com o intelectual e de sua obra: “Eu fui um dos sobrinhos que conviveu mais de perto com Djacir, sobretudo com a obra filosófica e literária dele. Eu vou fazer apenas um breve registro: O Djacir foi um renascentista. É o último enciclopedista brasileiro do qual nós temos notícia. Sua obra perpassa o campo jurídico, a filosofia, literatura, sociologia, política, ciência política… É uma obra muito vasta, muito diversificada. Porém, o Djacir foi agraciado com o esquecimento. Ele é um dos deslembrados, cunhei essa palavra para descrever os esquecidos intencionais da história, ele não coube no espaço intelectual da terra onde viveu, Maranguape – 𲹰á. Mas Djacir foi lembrado pela Universidade Estadual do 𲹰á. Foi lembrado no momento que a Uece adquiriu, trouxe e instalou seu acervo e agora, mais lembrando ainda, com esse belo passo da publicação na plataforma Google Arts & Culture”, finaliza.

Para o chefe de gabinete e professor do curso de História da Uece, professor Altemar Muniz, a importância da preservação e divulgação do acervo físico é fundamental, mas a sua divulgação e a virtualização do acervo também o é: “para a ampliação da divulgação desse acervo e de outras atividades da nossa universidade temos o trabalho da nossa Assessoria de Comunicação que vem atuando fortemente na ampliação da divulgação de nossas atividades. É preciso lembrar também que este trabalho começou a partir do professor Manassés, quando era reitor desta universidade, continuou no reitorado do professor Jader, seguindo pelo dos professores Araripe e Jackson, até os dias de hoje com o reitorado do professor Hidelbrando e lembrando ainda da diretora da Biblioteca Central, Ângela Barros, antecessora de Ana Neri. Assim é importante valorizar as gerações que vieram antes da gente. A história não começa a partir de nós, embora algumas pessoas, lamentavelmente, pensem isso. É necessário sempre que se faça justiça por aqueles que vieram antes de nós”, finaliza.

A coleção do professor Djacir Menezes faz parte do patrimônio da Uece, sendo adquirido pela Universidade no ano 2000, em parceria com o Banco do Nordeste, Grupo M. Dias Branco, Grupo J. Macedo, SESC, FIEC, APRECE e Secretaria de Cultura do 𲹰á, e apoio da família do cearense. A diretora Ana Néri Barreto conta que era desejo do intelectual que seu acervo fosse para o 𲹰á. “Djacir Menezes deixou em seu testamento o pedido de que sua biblioteca fosse vendida para universidade do 𲹰á, além de deixar aos filhos a mensagem de que não estava deixando dinheiro, mas que estava deixando esse patrimônio”.

De lá para cá, o acervo de Djacir Menezes, na Uece, foi tecnicamente cuidado, tratado e preservado. Com a parceria do Banco do Nordeste, ganhou catálogo e até documentário, que pode ser assistido em duas partes (). E, agora, a instituição de ensino se prepara para oferecer essa importante coleção a todo o mundo.

Estão também envolvidos no projeto da Uece, os servidores Bárbara Oliveira Silva, Davi Martins de Oliveira, Filipe Ramó de Freitas Alcântara, Júlio César Agostinho da Silva Fonseca e Sara Raquel de Melo Ferreira e a discente do curso de pedagogia Madalena Hermínio.

Também estiveram presentes na cerimônia o pró-reitor de Administração, servidor Fernando Santos; pró-reitora de Ұܲçã, professora Mazza Maciel; pró-reitora de Políticas Estudantis, professora Mônica Cavaignac; diretora do Centro de Educação, professora Edite Colares; diretora do Departamento de Gestão de Pessoas da Uece, servidora Mazé Barbosa; diretora da Divisão de Admissão e Desempenho do DEGEP, servidora Maria Auxiliadora Ferreira; diretora da editora da Uece, professor Cleudene Aragão; diretora do Departamento de Desenvolvimento Institucional; servidora Paula Andréa Rolim; diretora de Contratos e Aquisições (DIAQ), servidora Janayna Braga.